Dólar Hoje Euro Hoje Ouro Hoje Bitcoin Hoje

  

PLANOS DE SAÚDE PARA EMPRESAS

 

Por que contratar um Plano de Saúde Empresarial?

 

A maioria dos empresários já se conscientizou sobre a importância de cuidar da saúde dos seus colaboradores. E escolher um bom plano de saúde empresarial é um investimento imprescindível. É importante para auxiliar na qualidade de vida dos profissionais e, consequentemente, na sua motivação no trabalho.

Esta modalidade de plano de saúde consiste em oferecer assistência médica, serviços laboratoriais, exames e outros itens para funcionários de uma empresa, de forma coletiva. O valor sai bem mais em conta do que o plano individual, tanto para o empresário quanto para o usuário.

Optar pelo melhor plano de saúde empresarial não é tarefa fácil. O mercado de saúde suplementar no Brasil oferece várias opções de cobertura e rede de serviços de saúde.

 

Vantagens de um Plano de Saúde Empresarial para o seu negócio

 

Para o empresário, é possível contratar um plano empresarial a partir de três colaboradores. Ele é considerado um excelente investimento em sua equipe. Com um plano de saúde de qualidade e com boa cobertura, os colaboradores se sentem mais motivados, já que muitos deles também abrangem suas famílias. Com isso, têm o tratamento e acompanhamento adequados, diminuindo casos de afastamentos, faltas e licenças.

Além disso, ao oferecer um plano de saúde empresarial aos funcionários, o empresário recebe a dedução do imposto de renda desse valor. Aliviando a carga tributária anual que a empresa tem de pagar. Em alguns casos, essa é uma necessidade legal devido a uma convenção coletiva de uma categoria.

Para o colaborador, o plano empresarial funciona da mesma maneira que o plano familiar ou individual. Existe uma lista de profissionais da saúde à disposição. O agendamento de consultas e exames são feitos diretamente nos participantes da rede.

Para profissionais liberais ou microempreendedores, contratar o plano de saúde através do CNPJ pode também ser mais barato. Saiba mais: Plano de Saúde para MEI.

 

 

É melhor optar por um Plano Empresarial ou por um Plano Individual?

 

O plano de saúde empresarial é uma alternativa para quem é solteiro, sem filhos. Além de ser muito mais barato, os trâmites burocráticos e desconto automático ficam a cargo da empresa em que o usuário trabalha, assim como a definição da regra de dependentes.

O convênio individual pode ser contratado por qualquer pessoa física. Porém, esta é uma modalidade cada vez mais rara no Brasil. De acordo com a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), menos de 20% dos usuários de planos de seguros saúde no país contratam o plano individual. Sendo mais comum a adesão em planos coletivos.

O plano individual tem algumas desvantagens em relação ao plano coletivo.

A primeira desvantagem na contratação de um plano de saúde individual é a falta de flexibilidade. Isso porque as regras para rescisão de contrato e regras de carência são mais rígidas.

A carência também é um grande obstáculo para a satisfação do cliente neste caso. Muitos planos exigem meses de carência para que o primeiro atendimento possa ser feito. Já a carência de planos de saúde empresariais costuma ser de poucos dias ou, em muitos casos, já nem existe mais.

Por ser uma opção menos procurada e por conta da rigidez nos reajustes, há menos oferta de operadoras, reduzindo as oportunidades de escolha para o cliente.

Outro fator que colabora para a maior adesão aos planos coletivos é o empenho na divulgação pelas próprias empresas de saúde.

No caso de planos de saúde individuais, a ANS é que estabelece o valor do reajuste anual. Já nos planos de coletivos (empresarial ou através de sindicatos e associações), operadora e contratante negociam o aumento. Considerando sempre o índice de risco e consequente gasto previsto pelos participantes.

Apesar disso, é importante ficar atento a estes reajustes. Muitas vezes eles são negociados fora das margens econômicas do país, encarecendo o serviço contratado. Em 2014, a média de aumento nesse tipo de serviço ficou em 18%, enquanto a inflação oficial - que é medida pelo IBGE - subiu apenas 6,41%

Saiba mais sobre plano de saúde familiar e coparticipação em plano de saúde.